Seguidores

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Com série de reportagens especiais, TV Jornal mostra toda a sua qualidade jornalística

Durante toda a semana passada (de 28 de março a 1 de abril) , a TV Jornal exibiu, no "Notícias da Manhã" e no "TV Jornal Meio-Dia", uma série de reportagens que traçou o perfil do adolescente em conflito com a lei de Pernambuco. Intitulado de Jovens e Infratores, o especial mostrou, em cinco matérias, quem são e como vivem os adolescentes que entraram no mundo do crime.

Com edições de cenas impecáveis, conteúdos esclarecedores e discussões pertinentes, a TV Jornal mostrou ao público o que a faz referência quando o assunto é jornalismo. E jornalismo de qualidade! Digna de uma premiação, a série não deixou a desejar e em nada perde quando comparada às reportagens que Roberto Cabrini faz nos Conexão Repórter do SBT ou até mesmo em reportagens de programas semelhantes de outras emissoras.

A série fez uma radiografia dos delitos cometidos pelos jovens e mostra que a maioria é decorrente do envolvimento com o tráfico de drogas. “Principalmente nas comunidades mais carentes, a droga é o primeiro passo para o mundo do crime e os traficantes são aqueles que estabelecem as leis”, contou a repórter Anne Barreto, que integrou a equipe de produção da série. Em Pernambuco, 1.584 adolescentes cumprem medidas socioeducativas em unidades que deveriam se assemelhar a uma residência. Mas, na prática, são verdadeiras prisões com celas - muitas vezes super lotadas.

As cinco reportagens trouxeram, também, a opinião de juristas e estudiosos sobre a discussão em torno da redução da maioridade penal. “Buscamos trazer à tona os argumentos de quem defende a redução e de quem é contra, mas sabemos que esse é um debate que está longe de gerar um consenso”, pontuou Elaine Santana, produtora do especial que tem como fio condutor o relato dramático dos jovens, das mães e das famílias que foram vítimas desses atos infracionais.

Na série, foram apontados os caminhos traçados pelos adolescentes que saem da Funase e as barreiras que eles enfrentam no mercado de trabalho. “Mostramos o trabalho de organizações não governamentais e de empresários no acolhimento e preparo desses jovens, na perspectiva de que é possível, sim, escrever nova história”, comentou a editora Vanessa Cortez. "A nossa ideia é chamar a atenção para os problemas que envolvem a criminalidade na juventude, apontar saídas e, sobretudo, mostrar que nessa história todos são vítimas: os jovens infratores e os que sofrem a violência cometida por eles”, concluiu Mônica Carvalho, coordenadora de conteúdo da TV Jornal. 

Todo o material produzido está concentrado no site da TV Jornal e pode ser assistido por qualquer internauta. A série Jovens e Infratores tem reportagens de Anne Barreto, produção de Elaine Santana, edição de Vanessa Cortez, Eriberto Pereira e Mônica Carvalho, imagens de Juarez Juara e Edilson Alves e arte de Catarina Farias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário