Seguidores

quinta-feira, 26 de março de 2015

Morre o humorista Jorge Loredo, intérprete de Zé Bonitinho

Jorge Loredo, mais conhecido como Zé Bonitinho, morreu na manhã desta quinta-feira (26). O humorista, de 89 anos, estava internado no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro. A família ainda não autorizou a divulgação de mais informações como causa da morte e sepultamento.


Autor de bordões inesquecíveis, “Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz…!”; “Mulheres, atentem para o tilintar das minhas sobrancelhas”; “O chato não é ser bonito, o chato é ser gostoso”, entre outras, Zé Bonitinho foi praticamente uma espécie alter ego de Loredo.

“Eu sofri com uma osteomielite (inflamação nos ossos) dos 12 aos 46 anos, por isso fui muito mimado. Isso me fez querer ser mimado pelas minhas mulheres. Era quase um Zé Bonitinho”, contou certa vez Loredo que, ainda na juventude, chegou a ser internado em um sanatório por causa de uma turberculose, segundo o jornal O Globo.

 
Os brasileiros puderam ver Zé Bonitinho pela primeira vez no Noites Cariocas, na extinta TV Rio, programa que também trazia em seu elenco Ronald Golias e Carlos Alberto de Nóbrega, que ganhou destaque como diretor da atração. Seu último programa na televisão foi no “A Praça é Nossa”, exibido pelo SBT.

O Perigote da Mulheres! Era assim que Zé Bonitinho se chamava.
Se alguém trabalhou até os seus últimos momentos de sua vida, esse alguém foi José Loredo, o Zé Bonitinho da “Praça é Nossa” que teve sua morte anunciada na manhã desta quinta-feira (26).

Zé Bonitinho não resistia aos dotes da mulherada...
... nem elas resistiam ao tamanho da mandioca dele. 

De acordo com o boletim médico divulgado pelo hospital São Lucas, na Zona Sul do Rio, o humorista estava internado há quase dois meses. Loredo lutava há anos contra uma doença pulmonar obstrutiva crônica grave e um enfisema pulmonar, que o levaram à falência múltipla de órgãos.

Nas redes sociais, a repercussão em torno da morte do humorista tomou conta dos famosos. A atriz global Patríca Pillar e Serginho Malandro lamentaram a perda. Carlos Alberto de Nóbrega fez um depoimento emocionado sobre o colega, e ressaltou que ele fez questão de trabalhar até os últimos dias:

“Para mim, Jorge Loredo foi um colega de trabalho exemplar, pois mesmo doente , ele chegava ao SBT, ia até o ambulatório para receber oxigênio e, assim que podia, fazia sua gravação. Retornava ao ambulatório para mais uma sessão de oxigênio e em seguida voltava ao Rio de Janeiro aonde residia. Respeitávamos essa atitude porque essa era a vontade dele. Loredo irá nos fazer muito falta”, disse o líder da Praça no SBT.



CONFIRA VÍDEOS QUE MOSTRAM MOMENTOS MARCANTES DA CARREIRA DO ATOR JORGE LOREDO.

Zé Bonitinho na Escolinha do Professor Raimundo (Rede Globo)

Zé Bonitinho Na Escolinha do Professor Raimundo (Rede Globo)


Zé Bonitinho na Escolinha do Barulho (Rede Record)

Zé Bonitinho no A Praça é Nossa (SBT)


Zé Bonitinho na Praça é Nossa (SBT)


O outro lado de Zé Bonitinho, filosofando questões existenciais.
Do filme "Abismu" de Rogério Sganzerla, em 1977.

Zé Bonitinho no comercial da "Melissa" da Grendene


Personagem criado por Manoel de Nóbrega, e composto por Jorge Loredo (o criador de Zé Bonitinho) originalmente para o programa Praça da Alegria, na TV Rio, em 1959. No vídeo vemos o esquete de O Mendigo, com texto de Jorge Loredo, dentro do programa Show Riso, do SBT, de 1982

Nenhum comentário:

Postar um comentário